quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Deixando ...

DEIXANDO O ANTIGO ENDEREÇO 
Jornal Diário da Manhã
Autor: Kleiton Vasconcellos

O ano de 2014 tem sido de uma rotina ao mesmo tempo melancólica e de esperança para o Sport Club Gaúcho. Se dentro de campo os resultados não vieram na Terceira Divisão, fora dele um novo futuro se desenha. Pois, se hoje (27) está prevista a última retirada de materiais provenientes da demolição total do Estádio Wolmar Salton, já a partir da próxima semana todas as atenções ficarão para as sonhadas obras na Arena Wolmar Salton.

Tudo o que era conhecido do antigo estádio já não existe mais. As arquibancadas, o pavilhão, as piscinas, os vestiários e corredores, tudo foi demolido. E, em época de consciência ambiental, a quase totalidade do que seria um entulho vira material de reconstrução. “O nosso projeto é de reaproveitamento total do estádio para a arena. Essa iniciativa tem o valor sentimental, pois é a nossa história, tem o lado ecológico, onde não jogamos nada fora e também a necessidade econômica, pois é mais viável” explicou o presidente do SC Gaúcho, Gilmar Rosso.

Até aqui, já foram retiradas toneladas de material, como barras de ferro, blocos de concreto, madeira e pedra. “Toda a sobra do antigo pavilhão nos dá um belo material para formarmos a sustentação e base do piso, por exemplo, do nosso novo campo suplementar na Arena” complementa o presidente. Também, o presidente expôs que “não valia a pena vender tudo como ferro velho e depois ter de comprar novo”.

Ainda na lógica da total economia e reaproveitamento, as traves, que viram gols históricos no Estádio, serão as mesmas que escreverão os novos capítulos do Alviverde na Arena. “Elas estão em ótimo estado e digo mais: vamos levar também a grama, para ser replantada no campo suplementar” afirma Rosso.

Quanto à nova Arena, os trabalhos serão intensificados a partir da semana que vem. Por ora, a direção orçou a construção/ serviço de áreas como a terraplenagem (em andamento), drenagem, colocação do gramado e transporte do material (em conclusão). “Tudo orçamos com quatro empresas, onde prezamos pela qualidade e pela parceria, uma vez que serão nossos anunciantes nos espaços publicitários” disse o presidente.

A área onde ficava o Estádio Wolmar Salton foi adquirida pelo Hospital São Vicente de Paulo. O projeto prevê que o terreno abrigue, num futuro próximo, uma nova unidade da instituição. A nova Arena Wolmar Salton está sendo construída em um espaço localizado ao lado do Ginásio Teixeirinha, também no bairro Boqueirão.

Cadeiras
As cadeiras, que resistiram bem à ação do tempo, foram recuperadas. Das pouco mais de mil que compunham o antigo pavilhão, quase 900 – mais exatamente 890 – foram recuperadas, com nova pintura. Elas estão depositadas em uma propriedade particular, a espera do momento de serem colocadas na Arena.

Futebol
Como nem só de Arena vive um clube, Gilmar Rosso não se furta de falar de futebol. “Nossa expectativa é gerar renda tão logo o estádio vá sendo concluído, com a venda de espaços nas placas de publicidade e nas camisas. Também, com a nossa nova casa pronta, poderemos alugar o campo para interessados. Daí é que vamos retirar os recursos para bancar o futebol já em 2015” comenta o presidente.

Foto: Kleiton Vasconcellos / DM

Nenhum comentário:

Postar um comentário