segunda-feira, 30 de abril de 2012

94 ANOS = HISTÓRIA DE QUEM TEM HISTÓRIA

                                              1919  Acervo Nicolau Araújo Vergueiro 







                           1939    SPORT CLUBE GAÚCHO  


Em Pé : Daniel Dill , Custódrio, Zica, Harry , Josino, Darcy e Armando Ferreira da Silva ;
Agachados : Scudeto , Armandinho , Papagaio , Nino , Micuim e Brasileiro 

Próximo dos 94 Anos


 HISTÓRIA 




quinta-feira, 26 de abril de 2012

GAÚCHO

QUEM TEM BOA MEMÓRIA ? 





sábado, 21 de abril de 2012

O CORAÇÃO GAÚCHO




" ANTES  MORRER DE PÉ DO QUE PASSAR A VIDA INTEIRA DE JOELHOS " 


                         EMILIANO ZAPATA 

quinta-feira, 19 de abril de 2012

segunda-feira, 16 de abril de 2012

ARENA I

" UM SONHO QUE SE SONHA SÓ 
É SÓ UM SONHO QUE SE SONHA SÓ 
MAS SONHO QUE SONHA JUNTO É REALIDADE ."



"


sábado, 14 de abril de 2012


ESTÁDIO DO GAÚCHO

4/04/2012 | Esporte 


Confirmado: Novo estádio do Gaúcho será no Parque da Efrica



Foto: Sport Club Gaúcho 





A mística e folclórica sexta-feira, 13, por muitos conhecida como dia do azar, trouxe uma ótima notícia para o Sport Club Gaúcho. No início da mandrugada deste sábado, 14, o repórter Lucas Tibolla, entrevistou o Presidente do Gaúcho, Gilmar Rosso, que, confirmou a parceria com a Prefeirura Municipal, que irá repassar em concessão de comodato, uma área localizada no Parque da Efrica, para que o clube possa construir o seu novo estádio. Depois de perder o então estádio Wolmar Salton no final de 2006, o Gaúcho, desde então, está enfrentando diversas batalhas judiciais para reverter à situação.

Na última segunda-feira, no programa Jogo Limpo da Rádio Uirapuru, o Presidente do Gaúcho, Gilmar Rosso, já demonstrava confiança para o desfecho favorável junto ao município. Agora tendo a certeza da área escolhida, o Presidente Gilmar Rosso, demonstra esperanças e empenho para que o Gaúcho volte a ter uma nova casa.

Antes de colocar em prática o projeto do novo estádio, o clube vai finalizar todas as negociações, já encaminhadas, de um acordo amigável no processo do Estádio Wolmar Salton, onde todas as partes envolvias possam sair ganhando.

- Ouça o Presidente Gilmar Rosso, em entrevista exclusiva no Programa Comando da Madrugada, com Lucas Tibolla.





Mais Fotos: 


Fonte: Jornalismo Rádio Uirapuru

ESPORTE


Esporte | Publicado em 14/04/2012 07:02:04

Gaúcho poderá ter nova sede


Marcelo Alexandre Becker/ON


No início da semana a reportagem de O Nacional, após receber a informação de uma fonte, procurou o prefeito Airton Dipp para averiguar sobre a informação de que a prefeitura já teria uma área destinada para repassar ao Sport Club Gaúcho, a fim de que seja feita a construção de um novo estádio para o alviverde.

Palavra do prefeito
Assim, Airton Dipp confirmou que realmente a prefeitura trabalha no sentido de encontrar um local para que seja repassado ao Sport Club Gaúcho, sob forma de concessão de uso. “Na realidade estamos vendo algumas coisas, mas a destinação da concessão de uso será destinada apenas após o Gaúcho resolver todas as suas questões junto à justiça”, disse o prefeito, informando ainda que o poder público trabalha com três áreas que podem ser destinadas ao clube. “Uma das áreas é junto ao ginásio Teixeirinha, outra é na Efrica, e ainda existe uma terceira, que é junto ao pavilhão da Ceasa, que fica também na Efrica”.


A provável área
Segundo apuramos, o local mais provável é mesmo junto ao pavilhão da Ceasa, na Efrica. Porém, segundo informações de Rene Cecconello, vice-prefeito, aquela área foi penhorada há cerca de três anos, mas a própria direção da entidade já está tratando de liberar o local. “No diálogo que tive com a direção da Ceasa e com o Ivar Pavan (secretário estadual de desenvolvimento rural e cooperatismo) já solicitamos que a área destinada para a Ceasa seja devolvida ao município”, disse Cecconello.


O posicionamento do Gaúcho
Ao ser questionado sobre a informação levantada por O Nacional, o presidente do Sport Club Gaúcho foi objetivo: “bom, não vou ir contra o que o prefeito disse, temos sim a possibilidade de obter uma área, que fica na Efrica, para a construção do estádio”, disse Gilmar Rosso, que relembrou o objetivo inicial de sua diretoria. “Quando assumimos o clube, em 2009 falamos que a nossa meta é de ter o Gaúcho forte em 2018, ano do nosso centenário, e é para isso que colocamos o time em campo, lutamos contra diversas adversidades, e seguimos trabalhando”. Rosso também falou sobre a atual situação do Wolmar Salton. “A tendência é de que em breve tenhamos uma solução em relação ao Wolmar Salton, para assim podermos beneficiar todas as partes: sejam questões de ordem trabalhistas, dívidas oficiais e demais credores”. Ainda sobre o futuro da antiga sede que fica no bairro Boqueirão, o presidente destacou que o processo está no fórum, e que qualquer oferta pelo local deverá ser feita a via legal, junto a advogada do clube. “Seguimos com uma única proposta no fórum, e volto a lembrar que demais interessados pelo local devem anexar suas ofertas junto ao processo, pois para o clube quanto mais propostas melhor”.


 O novo estádio
Sobre como será viabilizada a construção da nova sede para o Gaúcho, que segundo o projeto apresentado pela atual diretoria abrange um estádio com capacidade inicial para 3 mil pessoas, centro de treinamento com quatro campos, e alojamentos para atletas de categorias de base e profissionais, Rosso falou que o futuro poderá ser promissor. “Se acontecer a solução para o Wolmar Salton, o que a nossa diretoria acredita que não irá demorar, teremos o Gaúcho livre de qualquer pendência, e assim poderemos captar recursos para por em prática o nosso projeto, e enfim termos um lugar ‘para chamarmos de nosso’”, concluiu o presidente do Sport Club Gaúcho.

quarta-feira, 11 de abril de 2012

HISTÓRIA DO SC GAÚCHO


A história do S.C. Gaúcho remonta ao distante dia 12 de maio de 1918, quando no varandão da antiga “Casa Barão”, foi fundado aquele que viria a se tornar o mais querido clube da cidade. Os fundadores foram os desportistas Augusto Schell Loureiro, dona Carlota Bordallo Rico e os filhos do casal, Alfredo e Gil Rico Loureiro, mais os amigos Victor Loureiro Issler, Antônio Junqueira da Rocha, João e Aníbal Colavin e Antônio Pimpão Loureiro. 


O nome foi sugerido por Gil Loureiro, que afirmou na ocasião: “Gaúcho, pois somos gaúchos, povo guerreiro, determinado, batalhador, forte, e o nosso clube, além do nome, terá a alma gaúcha. Aparteando seu irmão, Alfredo recomendou as cores verde e branca"

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Homenagem do SC Gaúcho


A PRESENÇA DO ZAGUEIRO AIRTON FERREIRA EM P.FUNDO

A morte do maior zagueiro do Grêmio em toda a sua longa história, Airton Ferreira da Silva, conhecido como “Airton Pavilhão”, por ter o Grêmio pago o seu passe entregando um pavilhão inteiro ao seu clube de origem, tirou, da própria história dos grandes astros que desfilaram nas equipes gaúchas, uma existência recheada de grandes conquistas. Foram 11 campeonatos gaúchos vencidos pelo Grêmio no período em que Airton foi o zagueiro titular de sua equipe. Era a grande atração onde quer que o Grêmio se apresentasse. Teve uma passagem pelo Santos e também pela Seleção Brasileira, mas marcou mesmo foi com a camisa tricolor. Falecido no dia 3 último, com 77 anos, recebeu todas as homenagens e honrarias do clube gaúcho, sendo velado em seu salão principal até ser levado à sepultura, carregado por um grande número de torcedores, todos vestindo a camisa tricolor com uma faixa preta ao braço. Como ele, mas em período bem menor, foi Figueiroa, do Internacional que marcou sua época com raro brilho, pois enquanto esteve no time colorado, mesmo cercado por consagrados nomes como Falcão, Vacaria, Bibiano Pontes, Manga, e outros, era ele que a torcida mais queria ver em ação. A presença de Airton Ferreira entre nós se deu numa partida festiva no distante ano de l958. Completava o Gaúcho, naquele ano, seus 40 de existência.


 O Presidente da época, vereador e empresário Centenário Brasileiro Índio do Amaral, com o apoio do Prefeito, Wolmar Salton em seu primeiro mandato, o Cônsul do Grêmio, senhor Hugo Lisboa, pai do médico de mesmo nome, e um grupo de empresários, confirmaram a vinda do então tri-campeão gaúcho, da séria que culminaria com 11 conquistas na fase do Airton no time. Como  afirmamos, a maior atração era o zagueirão, de jogadas clássicas, elegante sem se utilizar da violência, sempre o mais aplaudido dentre os demais. A vitória foi dos visitantes por 3x1, um score até certo ponto modesto pois o Gaúcho teve que reunir vários jogadores de outras equipes uma vez que a temporada já havia chegado ao término para aquele ano.


 Os clubes locais e da região, em l958, eram todos semi-profissionais e disputavam duas etapas, sendo a primeira o regional com Erechim, Getúlio Vargas, Carazinho e Cruz Alta, para depois seguir até o título da segundona, mais ou menos como agora. A presença de uma equipe da dupla Gre-Nal, para um amistoso, naturalmente, era o acontecimento máximo de todo o ano. Coube ao Grêmio vir em l958, um ano após os festejos de nosso primeiro centenário. 


Como a região era toda da categoria B, provocou o deslocamento de torcedores de várias cidades, o que garantiu uma arrecadação para cobrir as despesas. A primeira vez que tivemos em nossos gramados uma equipe da dupla Gre-Nal, ocorreu em l941 quando aqui esteve com todos os seus titulares o Internacional que enfrentou o 14 de Julho num sábado indo para Erechim para o jogo de inauguração do velho estádio do Atlântico. 


Aqui foi um amistoso mas mostrou nomes que viriam brilhar no futebol brasileiro e  na seleção como os casos de Tesourinha, Brandão, Vilalba e outros. O jogo, que levou quase que a cidade inteira ao estádio, terminou com um honroso empate em 4x4 que foi festejado como se um título fosse conquistado. Até op ingresso do Gaúcho na Divisão Especial, em l966, ver a dupla Gre-Nal, só em amistosos e isto uma vez por ano, ora uma ora outra equipe. 


Nós tivemos o privilégio de ver um Grêmio tendo na figura imortal do zagueiro Airton Ferreira da Silva, uma estrela que jamais se apagará.

Na foto, o zagueiro Airton Ferreira da Silva, o maior na história do Grêmio, por mim entrevistado em pleno estádio “Wolmar Salton” em l958.( Arq. MD).  

sexta-feira, 6 de abril de 2012

GAÚCHO VAI DISPUTAR



Segunda Divisão  inicia em agosto



A Federação Gaúcha de Futebol anunciou, através do seu departamento técnico, o início da Série B do Campeonato Gaúcho, a popular Segundona , para o dia 5 de agosto.


A competição, que retorna ao cenário nesta temporada, vai ter duração de três meses e 20 dias e a expectativa é que os jogos acontecem apenas aos domingos. O congresso técnico está programado para o dia 7 de maio, onde provavelmente será conhecido o regulamento e participantes. 




Vale lembrar que, conforme já afirmou em diversas oportunidades o presidente do Sport Club Gaúcho, Gilmar Rosso, confirmou que a intenção do clube é disputar a competição.