sábado, 23 de julho de 2016

É Domingo ,VALE TÍTULO, VOCÊ VAI VER !!!!!

SC  GAÚCHO QUER O TÍTULO.
 Alviverde disputa neste domingo o seu jogo mais importante em anos. A grande final da Terceirona vale taça e também uma vaga na Divisão de Acesso de 2017


O domingo (24) pode ser histórico para o futebol passo-fundense.


A partir das 15h, o Sport Club Gaúcho recebe o Guarany de Bagé, na Arena BS Bios Wolmar Salton, valendo o título da Terceirona. A grande final da competição também irá determinar qual agremiação avança para a Divisão de Acesso de 2017.


Ao SC Gaúcho, somente a vitória em casa interessa. Isto porque o Alviverde foi a Bagé na quarta-feira (20) e perdeu por 3x2 no Estádio Estrela D'Alva. Porém, os dois gols marcados fora de casa significam, pele critério do “gol qualificado”, que a taça da Terceirona fica em Passo Fundo caso o time dirigido por Ricardo Attolini vença pelos placares de 1x0, 2x0 ou 2x1. Se ganhar por 3x2, a decisão vai para os pênaltis. Empate, vitória do Guarany ou derrota por placar a partir de 4x3 levam o título para Bagé.


A final coloca frente a frente as duas principais equipes da competição. O SC Gaúcho tem o melhor aproveitamento de pontos, conta com o artilheiro do campeonato (Fischer, 11 gols) e a melhor defesa (sofreu apenas 13 gols em 17 jogos). O Guarany, em compensação, tem o ataque mais positivo, com 40 gols assinalados.


Em que pesem os números, a confiança pela conquista é grande na Arena, que sediará uma final apenas dois meses após a sua inauguração. “Aquilo que planejamos já vem dando certo, ótimo se vencermos o título domingo. Estamos sonhando, acreditando. Mas temos a consciência de que ainda temos muito a fazer para chegar onde a gente quer, que é jogar o ano todo, até em competições nacionais. Domingo a gente tem que tentar, o grupo tem condição e foi formado pensando na final” expôs o presidente do SC Gaúcho, Gilmar Rosso.


Para o volante Dudu, a partida requer atenção especial. “Estamos todos com o pensamento na final e buscamos repetir o desempenho em Bagé, quando jogamos muito bem. Mas agora temos a obrigação da vitória. Por isso, antes de mais nada, não queremos tomar gol” avisou o capitão do time. Ainda segundo o experiente jogador, “pelo que vimos do bom time deles, vai ser um jogão”.


Quanto ao time titular do SC Gaúcho, o técnico Ricardo Attolini tem uma baixa. É o volante/ lateral Brasinha, lesionado. Em seu lugar, brigam pela vaga Felipe Borowski e Édipo. No treino de sexta-feira (22), o último antes da final, Attolini apostou no ensaio de jogadas e na conversa com o grupo.


Quebrar um jejum
Caso conquiste o título, o SC Gaúcho estará dando fim a um longo jejum sem taças. O clube tem como conquista mais recente a Terceirona de 2000 - antes disso comemorou o primeiro lugar na Segundona (1966, 1977 e 1984), o Torneio Everaldo Marques da Silva (1970), a Copa Brigadeiro Jerônimo Bastos (1977), além de 16 vezes o Citadino (1926, 1927, 1928, 1939, 1948, 1949, 1950, 1954, 1961, 1963, 1964, 1965, 1966, 1967, 1968 e 1970).


Ingressos
“Queremos a Arena lotada e conto com o torcedor” disse Rosso. A direção pede que os torcedores cheguem com antecipação, para evitar filas. Os ingressos custam R$10 e R$ 20,00 ( Cadeiras )podem ser adquiridos com Sr. Adamastor (ao lado da Catedral) e nas bilheterias do Ginásio Teixeirinha, das 9h às 18h no sábado e das 9h ao meio-dia domingo.
Autor: Kleiton Vasconcellos

Foto: Kleiton Vasconcellos / DM


Nenhum comentário:

Postar um comentário