domingo, 24 de junho de 2012

Correio do Povo | Esportes | Morre ex-jogador gaúcho Daison Pontes

Correio do Povo | Esportes | Morre ex-jogador gaúcho Daison Pontes


24/06/2012 14:00 - Atualizado em 24/06/2012 16:48
Correio do Povo

Morre ex-jogador gaúcho Daison Pontes

Defensor foi considerado um dos zagueiros mais temíveis da história do futebol

Velório ocorre na capela B do cemitério Memorial Vera Cruz e sepultamento será às 17h no cemitério em anexo<br /><b>Crédito: </b> Cris Jaqueline / Rádio Uirapuru / Especial / CP
Velório ocorre na capela B do cemitério Memorial Vera Cruz e sepultamento será às 17h no cemitério em anexo
Crédito: Cris Jaqueline / Rádio Uirapuru / Especial / CP
O ex-zagueiro Daison Pontes, de 72 anos, considerado um jogador símbolo do Esporte Clube Gaúcho, morreu nesse sábado, em Passo Fundo, no Norte do Estado, vítima de um acidente vascular cerebral (AVC). Nascido em 13 de julho de 1939, em General Cânera, Pontes atuou no Gaúcho na década de 1970 e também teve passagens pelo Flamengo e América do Rio de Janeiro, Grêmio Santo-angelense, Cruzeiro de Porto Alegre e 14 de Julho de Passo Fundo.

Considerado um dos zagueiros mais temíveis da história do futebol do Rio Grande do Sul, Pontes tinha mal de Alzheimer e já havia sofrido um AVC no final do ano passado. Segundo sua filha, Manoela Pontes, ele preferiu ficar se tratando em casa, longe do hospital. Além da ajuda do filho, Dealon Pontes, que é técnico em enfermagem, o ex-jogador recebia atendimento médico na residência.

Manoela contou que o desejo do pai era “que fosse enterrado com o uniforme do Gaúcho, como se estivesse entrando em campo”. O desejo foi atendido e uma bandeira do clube do seu coração cobriu o caixão em que é velado na capela B do cemitério Memorial Vera Cruz. O sepultamento será às 17h, no cemitério em anexo.

Pontes formou no Gaúcho uma das duplas de zaqueiros mais respeitada do Estado com o irmão João Pontes, já falecido. Outro irmão, Bibiano Pontes, defendeu o Internacional de Porto Alegre. Pontes foi um zaqueiro polêmico e, em l974, cumpriu um ano de suspensão por agressão ao árbitro José Luiz Barreto. Ele, que era funcionário aposentado da prefeitura de Passo Fundo, deixa quatro filhos: Manoela, Dealon, Mikaela e Denise.

Bookmark and Share

Fonte: Acácio Silva / Correio do Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário