segunda-feira, 19 de novembro de 2012

O verdadeiro imortal veste verde e branco! (parte II)


O verdadeiro imortal veste verde e branco! (parte II)


Porção alvi-verde de Passo Fundo, em chamas, recepciona seus herois.Na primeira parte deste CONPÊNDIO gauchista acompanhamos a MAMBEMBE saga do Gaúcho na primeira fase da SEGUNDA DIVISÃO do CTGZÃO que culminou em uma classificação na Bacia das Almas do Grupo A.
Nas quartas de final que se aprochegavam, os passofundenses mediriam forças contra o Três Passos, líder da Chave B e até então invicto na competição.
E o que por si só já seria dificultoso, ficou ainda mais quando Celso Freitas deixou o Periquito para assumir o comando técnico do Garibaldi.
A diretoria do clube agiu rápido e alguns dias após, confirmou o auxiliar técnico Marco Aurélio Souza como comandante do time para o restante da Segundona. Juntamente com este anúncio, foi comunicado também que SERJÃO, ex-zagueiro e ídolo da torcida alvi-verde, presente inclusive na campanha do vice-campeonato da Divisão de Acesso em 2005.
E com este novo CORPO técnico na casamata, o Gaúcho recebeu o TAC para a partida de ida das quartas de final. Em um jogo muito disputado, o jalde-negro bateu o time que enverga o manto que fora usado um dia por ZANGÃO pelo marcador de 1 a 0.
Para o jogo da volta, novamente um cenário pouco ALENTADOR para o imortal dos IRMÃOS PONTES. Jogo no alçapão do adversário, sendo que o TAC além de ostentar a invencibilidade, trazia consigo a vantagem do empate e a promessa de casa mais do que cheia. Para revivermos a ansiedade deste embate, aqui está um breve relato do clima que antecedia o jogo.
Pois bem, as equipes foram a campo num Luiz de Medeiros pulsante e abarrotado. O Três Passos veio disposto a definir as coisas logo e exigiu que Souza tivesse que pegar tudo e mais um pouco. Entretanto, não teve jeito e no fim da primeira etapa, Julinho fez 1 a 0 para o time da terra da FEICAP.
La pelea ante el jalde-negroO Gaúcho teria que fazer dois TENTOS em apenas quarenta e cinco minutos. Tirando motivação das CATACUMBAS do Wolmar Salton, o alvi-verde se bandeou adelante. O talismã Léo, logo no início, empatou a partida.
O jogo se transformara em um teste pra cardíaco (BUENO, Galvão) e após ambas as esquadras desperdiçarem oportunidades, LÉO fez seu segundo gol no jogo, assinalando a virada e a classificação do inesgotável passofundense para as semifinais.
A aventura dos herdeiros do CANHÃO DA SERRA chegava muito próxima de seu cume. 180 minutos separavam o time de Souza, Da Silva e Léo de uma antes improvável, mas agora TATEÁVEL ascensão para a Divisão de Acesso 2013.
Doravante, o mais irônico do confronto contra o Garibaldi não passava pelas quatro linhas. Mas sim, pelo duelo entre CRIADOR e CRIATURA. Pois, lembremos que o técnico do time CHAMPANHISTA era nada mais, nada menos do que CELSO FREITAS. Como diriam os filósofos de BODEGA: “Coisas do futebol”.
Também é digno de nota que o retrospecto não ajudava o time de SERJÃO, haja visto que na primeira fase, o time da serra havia vencido os dois jogos disputados entre as duas equipes.
Mas, contra todo e qualquer fato lógico ou presumível, foram os dois esquadrões para primeira perna da semifinal. O Vermelhão da Serra finalmente recebeu um público expressivo e o alvi-verde fez o dever de casa, Da Silva fez o gol da vitória do Gaúcho em jogo marcado por uma amável troca de socos e pontapés entre integrantes de ambas as comissões técnicas. Lindo.
Os últimos 90 minutos dessa semifinal foram disputados em um Alcides Santa Rosa que recebeu cerca de 1,5 mil ALMAS e que puderam prestigiar um grande jogo.
O jogo do acesso.Logo no início, o Garibaldi já teve gol anulado. E após instituir o TERROR na área guarnecida por FORTES e Nikolas, DÊNIO marcou o primeiro gol do rubro-negro.
E a partida transcorria muito movimentada, bolas na trave de ambos os times, Souza e BAIANO executando ótimas defesas. Na volta da pausa para o RISOLES de carne, a situação, como já de costume, complicou-se para LOS GAUCHOS.
Mozato foi expulso, contudo não esqueçamos NUNCA sobre qual clube estamos falando. Fazendo emergir sua IMORTALIDADE, o Gaúcho chegou ao empate com gol de Castagnete.
Faltava pouco para o acesso, só que nada é fácil para Gilmar Rosso e seus atletas. William fez o segundo gol garibaldense e a pressão do time da casa foi multiplicada. Souza, sempre ele, foi um verdadeiro FORTE CAÇAPAVANO no gol e após TRILHÕES de minutos acrescidos ao tempo regulamentar, o alvi-verde garantiu a vaga na final da SEGUNDONA e, principalmente, o seu lugar na Divisão de Acesso 2013.
No retorno para Passo Fundo, a delegação foi ovacionada com direito a carreata muita PASTELINA para os festejos serem dignos.
Então viventes, agora os senhores(as) sabem como foi o tortuoso e arisco caminho do periquito até chegar a essa final que a cada segundo se aproxima mais.
Um grande confronto entre SPORT CLUB GAÚCHO e CLUBE ESPORTIVO AIMORÉ se aproxima, campanhas completamente opostas, mas camisetas tradicionais e representativas do nosso futebol.
O primeiro jogo será nesse sábado às 19:30 no Vermelhão da Serra, o jogo da volta será domingo que vem, em horário a definir, em São Leopoldo. Que vença o melhor!
Fotos de Jornal da Manhã e Jornal Novo Tempo.
Deveras ansioso e contando os segundos,
Natan Dalprá Rodrigues


Respostas a O verdadeiro imortal veste verde e branco! (parte II)
  1. Mateus Dal Castel Trevizani diz:
    Como o escrete estrelado do Igrejinha sucumbiu na primeira fase, torcerei para o Gaúcho. Pela valentia.
    Desculpa, Natan

Nenhum comentário:

Postar um comentário