quarta-feira, 3 de outubro de 2012

2/10/2012



NÃO TÁ MORTO QUEM PELEIA

A frase proferida tantas e tantas vezes na música de Leopoldo Rassier cai como uma luva no atual momento do Sport Club Gaúcho. Se lá nas primeiras rodada havia até a dúvida se a equipe conseguiria vencer algum jogo, a partida de sábado deixou claro: sim, o Alviverde pode ser um dos classificados para a segunda fase da Segundona. Ganhou com naturalidade do Atlético em Carazinho e tal qual o Santos diante do Grêmio, não se arrepiou por ficar com um homem a menos – Souza foi expulso. Tudo fica para a última rodada, quando o Periquito recebe o Nova Prata no Vermelhão da Serra. Aí, não tem desculpa, pois o torcedor tem que estar presente. Quem não estiver, bom torcedor não é.


-INACREDITÁVEL Há um tempinho, escrevi aqui sobre a estranheza que me causa a inexistência de torcedores do Gaúcho no Vermelhão da Serra. Recebi alguns e-mails de leitores (sim, eu os tenho!) inclusive dando motivos para não ir ao “campo do 14”. Pois bem, algumas justificativas iam de “pouco a vontade” até “medo da violência”. Se realmente ir ao jogo significa ter medo de apanhar, bom aí chegamos ao ponto de largar tudo, assinar o pay per view e ficarmos na audiência da Dupla Gre-Nal. As coisas não podem caminhar para essa direção

Nenhum comentário:

Postar um comentário